Financiamento

Quais são as taxas de juros do financiamento imobiliário? Saiba

Vamos explicar ao longo do artigo o que são as taxas de juros do financiamento imobiliário e como elas funcionam!
taxas de juros financiamento imobiliário

Realizar o sonho da casa própria é o desejo principal de milhares de brasileiros. Por ser um valor considerado alto, as pessoas viabilizam esse processo solicitando créditos aos seus bancos por meio do financiamento imobiliário.

Para isso ser possível, é necessário analisar atentamente a taxa de juros do financiamento após a alta da Selic e encarecimento dos créditos no país, mesmo que sejam um dos mais baixos do mercado.

Sabendo desses detalhes, vamos explicar ao longo do artigo o que são as taxas de juros do financiamento imobiliário e como elas funcionam, além de destacar as principais taxas do mercado e ajudar você a escolher a que mais vale a pena. Acompanhe!

O que é e como funcionam as taxas de juros do financiamento imobiliário?

As taxas de juros, de modo geral, são os custos vindos do empréstimo ou financiamento junto ao banco, usados como pagamento pelo serviço. Sempre que você solicita algum tipo de crédito a uma instituição financeira, ela empresta o dinheiro a você contando com o retorno do valor mais os juros acrescidos desse montante. Para um financiamento imobiliário, a ideia acaba sendo a mesma.

O comprador do imóvel vai pagar o financiamento feito por parcelas mensais, acrescido do percentual de juros, conforme estipulado pelo banco em questão. Por isso, é bastante recomendado conhecer as taxas de juros atuais do financiamento imobiliário, pois elas se alteram constantemente, consoante à variação da Selic na qual os bancos baseiam suas operações de crédito e realizam os ajustes necessários.

Quais são as principais taxas oferecidas pelos bancos?

Conforme mencionado anteriormente, as taxas de juros variam entre as instituições financeiras e conforme o perfil de cada cliente, analisando o tempo de parcelamento necessário, relacionamento com o banco e antecedentes financeiros. Veja a seguir as condições dos principais!

Caixa Econômica Federal

Obtendo o título de maior financiadora de casa própria no país, a Caixa realiza o sonho da maior parte dos brasileiros com o percentual de 66,4% de participação no mercado. Priorizando a liberdade de escolha dos clientes, o banco oferece quatro opções de linhas de financiamento imobiliário:

  • TR (taxa referencial);
  • IPCA (índices de preços no consumidor);
  • Poupança Caixa;
  • taxa fixa.

A Caixa disponibiliza uma taxa mínima de 8% ao ano na modalidade TR. Ela pode variar até 8,99% mais TR com um prazo de pagamento entre 90 e 420 meses. Já a modalidade de IPCA possui uma mais atrativa de 3,95% a 4,95% com o tempo de pagamento de 120 a 240 meses. A taxa fixa compreende o percentual de 9,75% até 10,75% com um prazo de 120 até 360 meses. A Poupança Caixa oferece taxas mais atrativas entre 2,80% e 3,50% mais rendimentos. O tempo para quitar a dívida está entre 10 a 35 anos.

Banco do Brasil

Oferece comodidade e agilidade na hora da contratação do crédito imobiliário, sendo possível solicitar por meio de seu celular ou nas agências espalhadas pelo país. O Banco do Brasil (BB) oferece taxas a partir de 9,15% ao ano + TR, que varia conforme o perfil do cliente e seu relacionamento com o banco. Entre as condições para o financiamento no BB estão:

  • financiamento de até 80% para imóveis residenciais e comerciais;
  • até 180 dias para o pagamento da primeira parcela de capital;
  • prazo de até 360 meses.

Santander

Para financiamento imobiliário, o Santander oferece uma taxa de juros a partir de 9,49% ao ano + TR. O comprometimento de renda é de até 35%, variando conforme a realidade de cada cliente. O percentual máximo oferecido para financiar o imóvel é de até 80% de seu valor com o prazo de até 35 anos, ou seja, 420 meses.

Itaú

O financiamento do Itaú trabalha com taxas a partir de 9,50% ao ano + TR na linha de crédito imobiliário tradicional, isto é, com o percentual pré-fixado. Essa modalidade é válida para imóveis residenciais novos ou usados, tanto no Sistema Financeiro da Habitação (SFH) e no Sistema Financeiro Imobiliário (SFI). O banco também oferece outra opção: financiamento com a taxa de juros a partir de 3,45% ao ano mais rendimentos da poupança.

Como escolher a taxa ideal para você?

Destacamos alguns pontos importantes para você escolher fazer um financiamento com as taxas mais adequadas à sua realidade:

  • tenha um bom relacionamento com seu banco;
  • faça um financiamento que não comprometa sua renda;
  • analise junto ao seu banco quanto de crédito eles oferecem e execute uma simulação.

Portanto, com a leitura completa deste artigo, você compreendeu o que são as taxas de juros do financiamento imobiliário, como funciona e quais instituições financeiras oferecem as melhores condições de crédito.

Agora, comente conosco por aqui se gostou das informações contidas nesse post e se ele o ajudou em algo!

Você também pode gostar
Investimentos
Como Avaliar o Potencial de Valorização de Um Lote

Quando se investe em um terreno em um loteamento, algumas características precisam ser levadas em consideração para garantir a reserva de valor.

Investimentos
Os 6 Erros Mais Cometidos ao Comprar um Lote

Comprar um lote é uma decisão que, além de somar ao patrimônio, é cheia de potencialidades, seja para construir a casa ideal para a sua família ou para investir em um ativo sólido e valorizável. A possibilidade de personalização, a liberdade de escolha da localização e a oportunidade de construir no seu tempo e conforme […]

Cidade Inteligente
7 Ações Para Aumentar Seu Patrimônio Financeiro

Ter uma vida financeira organizada é uma prática que pode trazer mais qualidade de vida, segurança e tranquilidade para a família, no entanto, fazer isso é um desafio para a maioria das pessoas. Primeiro de tudo, é necessário ter bastante disciplina, objetivos bem definidos para aquele dinheiro e planejamento de como fazer. Mas, claro, isso […]

Descubra o viver além de morar.
Mande uma mensagem
Descubra o viver além de morar