Inovação

O que é e como funciona o Hub de Inovação? Entenda!

Para responder essas e outras perguntas, convidamos uma especialista no assunto: Maira Barbosa Silva, gerente de gestão social da Planet Smart City Brasil. Confira os próximos tópicos!
hub de inovação

O termo “Hub de Inovação” está na berlinda. A razão é que vivenciamos uma era repleta de transformações digitais, disrupções com antigos padrões e desenvolvimentos de novos conceitos.

Dentro desse cenário moderno, existe uma “mola propulsora”, que impulsiona todas as mudanças: o hub de inovação. Podemos dizer que esse espaço utiliza o presente para moldar o futuro.

Mas o que é o hub de inovação? Como funciona dentro de uma cidade inteligente da Planet Smart City? Quais benefícios apresenta para os moradores e a sociedade?

Para responder essas e outras perguntas, convidamos uma especialista no assunto: Maira Barbosa Silva, gerente de gestão social da Planet Smart City Brasil. Confira os próximos tópicos!

O que é o Hub de Inovação?

Segundo Maira, é um espaço de conexão entre moradores, corretores e todos que desejam trocar ideias, construir parcerias, testar novos conceitos e tecnologias.

Em outras palavras, o hub de inovação é um ecossistema que funciona como central de informações, incubadora de projetos criativos, “trampolim” para o desenvolvimento e implantação de práticas sustentáveis.

Por ser um espaço compartilhado, a Planet Smart City disponibiliza várias Smart Solutions, como biblioteca, cinema, cursos de tecnologia, empreendedorismo, inglês e artesanato.

Além disso, existem atividades gratuitas, espaço coworking e wi-fi gratuito. Devido à arquitetura moderna, ao ambiente inclusivo e a soluções inovadoras, o hub de inovação da Planet Smart City já recebeu importantes premiações.

Uma delas é o renomado prêmio Iconic Awards: Innovative Architecture, concedido pelo Conselho de Design Alemão (German Design Council). No evento, o Hub de Inovação premiado foi o da Smart City Laguna, localizada em São Gonçalo do Amarante, no estado do Ceará.

Esse espaço de 1.000 metros quadrados é cravado no coração da Smart City.

Quais são os diferenciais em participar de um ambiente como esse?

Existem importantes diferenciais em acessar um Hub de Inovação. Maira cita que o espaço é o centro de treinamentos para as atividades agendadas pelos moradores.

Isso significa que é um ambiente que favorece o conhecimento, a especialização e a didática.

Outra vantagem do Hub de Inovação é o alinhamento com um novo formato de trabalho: o remoto ou híbrido. Esse tipo de atividade permite que os profissionais exerçam suas tarefas empresariais de qualquer lugar, sem a necessidade de estar todos os dias no escritório físico.

De acordo com uma pesquisa apresentada em um artigo da Forbes, o trabalho remoto trouxe equilíbrio entre a vida pessoal e profissional de 76% dos entrevistados.

A Planet enxergou essa tendência e vantagem, incluindo uma área coworking no hub de inovação.

Assim, os moradores podem trabalhar com todo conforto, estrutura e funcionalidade.

Além de valorizar os profissionais, o Hub de Inovação preza pela cultura do aprendizado. Na biblioteca, os moradores podem alugar livros ou lê-los enquanto as crianças brincam no espaço dos brinquedos.

Visando a socialização por meio de atividades interessantes, o Hub de Inovação conta também com um espaço que se transforma em cinema, sala de aula, auditório de palestras, encontros ou reuniões.

De acordo com Maira, toda a integração gerada pelo Hub transcende os limites da smart city, atingindo e beneficiando toda a região do entorno.

De que forma essa solução promove a inovação?

Para responder a essa pergunta, é importante relembrarmos o significado da palavra “inovação”.

A origem vem do latim innovare, que denota essência, restauração e renovação. Vemos exemplos de inovação, até mesmo, na natureza, como a formação de novas estruturas rochosas.

Com base nessa explicação, entendemos melhor o efeito do Hub de Inovação na cidade inteligente e arredores.

Os frequentadores trazem a sua essência (ideias, projetos, aspirações e pontos de vista). Juntos, remodelam processos e práticas ou criam algo totalmente novo.

Sendo assim, a intenção é que o espírito colaborativo desenvolvido no hub seja um “turbo” para o nascimento das inovações.

Como é possível a escalabilidade dentro desse contexto?

Para não estacionar a inovação, o hub é projetado para ter uma atmosfera escalável.

Para isso, os moradores são convidados a participar de workshops, cursos, palestras e eventos temáticos programados. “Durante essas atividades, monitoramos o perfil e o comportamento dos participantes”, explica Maira.

O objetivo é descobrir quem tem maior participação e engajamento com os assuntos, ideias e tarefas apresentadas. Seriam os moradores da smart city ou os do entorno? Caso haja determinado percentual de cada grupo, é possível unir essas pessoas ao redor de um projeto importante para a região?

Esses questionamentos, alinhados com a observação cuidadosa, são fatores essenciais para um efeito gerado pela escalabilidade da inovação: a transformação da realidade vivida dentro e fora da cidade inteligente.

Tal transformação acontece de inúmeras maneiras, por exemplo:

  • melhoria da experiência e bem-estar dos moradores;
  • inclusão de pessoas dentro de oportunidades, antes, distantes para o perfil social delas (emprego, renda, aprendizagem, estrutura urbana, segurança, acesso à informação e dignidade);
  • possibilidade de comprar a casa própria;
  • visualização de melhorias constantes nas áreas do entorno.

Quais outros benefícios podem ser destacados?

Ninguém melhor do que os moradores para apontar os benefícios de morar em uma smart city da Planet. O depoimento é de Iasmim — uma jovem técnica de enfermagem de 22 anos. Ela e o marido foram tomados por um “amor à primeira vista” ao visitar a Smart City Natal, no Rio Grande do Norte. Entre os motivos, Iasmim aponta:

  • alto padrão das casas e ruas;
  • tranquilidade e segurança para as crianças brincarem;
  • localização e comodidade;
  • realização do sonho de ter a casa própria;
  • apoio do serviço de gestão social;
  • Hub de Inovação.

Diante de todas essas conquistas, Iasmim revela que aconteceu algo que desejava muito na vida: ter tranquilidade. Essa sensação e realidade fez com que a jovem começasse a desfrutar, nas próprias palavras dela, “de uma felicidade imensa”.

As palavras da Iasmim ecoam como uma “bela música” para os profissionais responsáveis pelos projetos da Planet Smart City. Afinal, são uma evidência de que a empresa está cumprindo o seu propósito: melhorar a vida das pessoas por meio do conceito viver bem.

Como vimos, o Hub de Inovação é o ponto de partida para esse objetivo.

Gostou do nosso artigo? Entendeu como funciona o Hub de Inovação das smart cities da Planet? Então, entre em contato com o nosso time de especialistas! Descubra mais vantagens e boas oportunidades em nossas cidades inteligentes.

Você também pode gostar
Casa Própria
Entrada Moradia Ceará. Descubra o novo programa do governo para financiar a sua casa

Muitas famílias deixam de conquistar o primeiro imóvel por conta da dificuldade de dar a entrada. Agora, com a Entrada Moradia Ceará, famílias residentes do estado poderão diminuir ou até zerar a entrada e taxas relacionadas ao financiamento como ITBI e registro de imóvel. Leia!

Investimentos
Como Avaliar o Potencial de Valorização de Um Lote

Quando se investe em um terreno em um loteamento, algumas características precisam ser levadas em consideração para garantir a reserva de valor.

Investimentos
Os 6 Erros Mais Cometidos ao Comprar um Lote

Comprar um lote é uma decisão que, além de somar ao patrimônio, é cheia de potencialidades, seja para construir a casa ideal para a sua família ou para investir em um ativo sólido e valorizável. A possibilidade de personalização, a liberdade de escolha da localização e a oportunidade de construir no seu tempo e conforme […]

Descubra o viver além de morar.
Mande uma mensagem
Descubra o viver além de morar