Senza categoria

ZPE Ceará fecha 2017 com saldo de R$ 10,8 milhões

A Zona de Processamento de Exportações do Ceará fechou 2017 com um saldo de R$ 10,8 milhões. O valor representa mais do dobro do que foi alcançado em 2016 (R$ 5 milhões). Esse bom resultado já era esperado e deve ser aprovado pela assembleia geral da empresa no próximo dia 23. A saúde financeira da […]
ZPE-NOVO
PECÉM, CE, BRASIL, 18-05-2016: Vista de carreta na entrada da ZPE Ceará, no Pecém. Visita à Zona de Processamento de Exportação (ZPE), no Complexo Industrial e Portuário do Pecém. (Foto: Evilázio Bezerra/O POVO) *** Local Caption *** Publicada dia 24/05/2016 – EC 18 Publicada em 28/01/2017 – EC 20

A Zona de Processamento de Exportações do Ceará fechou 2017 com um saldo de R$ 10,8 milhões. O valor representa mais do dobro do que foi alcançado em 2016 (R$ 5 milhões). Esse bom resultado já era esperado e deve ser aprovado pela assembleia geral da empresa no próximo dia 23.

A saúde financeira da estatal é comemorada pelos seus gestores. Há um entendimento dentro do governo de que essa é quase uma pré-condição para que o projeto de expansão da área possa ser tocado com autonomia, sem depender de aportes de recursos do setor público.

“A ZPE está bem, mas somos humildes. Temos uma boa política de aplicação de recursos, de gastar menos e receber mais. Não podemos avançar sem ter uma empresa equilibrada”, afirma Mário Lima Júnior, presidente da ZPE.

O executivo atribui o bom desempenho da estatal ao crescimento das companhias dentro da área alfandegada. “As empresas dentro da ZPE estão crescendo e prestando um bom serviço. Não receberam nenhuma multa, nenhum reparo”, acrescenta.

Expansão

A ZPE é uma empresa de economia mista, cujo principal sócio é o Estado. Mário Lima Júnior explica que, até o momento, todos os resultados operacionais da companhia estão sendo reinvestidos no seu projeto de expansão.

Mesmo assim, ainda serão necessários mais recursos. A companhia negocia com o Banco do Brasil financiamento de R$ 35 milhões para estruturar uma nova área alfandegada.

O projeto prevê a instalação de 50 indústrias e a construção de nova área de despacho aduaneiro com sistema de controle. A proposta é de criação de viabilidade para que as cargas passem apenas 24 horas dentro da ZPE, sendo logo despachadas para os seus locais de destino. No momento, falta apenas a finalização da análise do projeto pelo Banco do Brasil.

Fonte: O Povo Economia.

Você também pode gostar
Inovação
Espaços compartilhados: entenda o que são e como usar

Neste artigo, entrevistaremos Anna Borba – gestora de desenvolvimento humano e social na Planet Smart City – que nos ajudará a entender melhor o conceito dos espaços compartilhados.

Investimentos
Investir em imóveis ou fundos imobiliários: qual é o ideal para você?

Destacaremos como funciona o investimento em imóveis e em fundos imobiliários, apresentaremos as principais diferenças entre eles e vamos ressaltar para qual perfil cada escolha é indicada. Continue com a gente.

Smart City Natal
Confira as vantagens de comprar terreno em Natal!

Existem inúmeros benefícios de comprar um terreno em Natal. Um deles é realizar um investimento em uma região com enorme potencial de crescimento.

Descubra o viver além de morar.
Mande uma mensagem
Descubra o viver além de morar