Pecém

Investimentos no Complexo do Pecém chegam a R$ 772,8 milhões

As obras de melhoria de infraestrutura rodoviária e de ampliação do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp), em São Gonçalo do Amarante, são necessárias para aumentar a capacidade dos processos de importação e exportação no Ceará. Segundo informações do Cipp S.A., da Secretaria da Infraestrutura (Seinfra) e da Superintendência de Obras Públicas (SOP), as […]
Investimentos no Complexo do Pecém chegam a R$ 772,8 milhões
Investimentos no Complexo do Pecém chegam a R$ 772,8 milhões

As obras de melhoria de infraestrutura rodoviária e de ampliação do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (Cipp), em São Gonçalo do Amarante, são necessárias para aumentar a capacidade dos processos de importação e exportação no Ceará.

Segundo informações do Cipp S.A., da Secretaria da Infraestrutura (Seinfra) e da Superintendência de Obras Públicas (SOP), as intervenções do berço 9 de atracação, do portão 2 de acesso ao Porto, da área de cargas perigosas e da CE-576 (rodovia das placas) demandam cerca de R$ 772,8 milhões.

Todas essas obras devem ficar prontas ainda em 2019, ano que marca o início da parceria do Cipp com o Porto de Roterdã. “Estamos com vários investimentos em andamento.

A nova ponte de acesso ao Terminal de Múltiplo Uso (TMUT) já está pronta, aguardando apenas o alfandegamento da Receita Federal.

E, até o fim deste semestre, concluiremos a ampliação da área de contêineres para carga perigosa, o novo portão 2 de acesso ao Porto e o novo berço de atracação”, explica Danilo Serpa, diretor-presidente do Cipp. Segundo ele, as obras possibilitam ainda o Pecém receber mais navios.

Leia também: Pecém poderá se tornar o principal terminal marítimo do Nordeste

“Teremos, portanto, muito em breve, a possibilidade de receber ainda mais navios no Porto. Além disso, esperamos que num futuro próximo possamos iniciar as obras de um grande terminal de tanques para armazenamento e transbordo de combustíveis, assim como também aguardamos com muito otimismo pela chegada da Transnordestina ao Pecém”, acrescenta.

Serpa também diz que todas as intervenções quando finalizadas vão permitir o avanço na capacidade de movimentação de cargas.

“Temos muitas expectativas, boas expectativas. A primeira delas é a de concluir mais uma expansão do Porto. Por isso, acreditamos que fecharemos 2019 com um crescimento médio entre 8% e 10% em comparação ao ano de 2018. Gosto sempre de lembrar que o Porto do Pecém é um importante case, por ser um negócio de baixo risco e com alto potencial de crescimento”.

As obras da segunda ampliação do Porto do Pecém estão em fase final de conclusão, com 98% dos trabalhos executados.

“No início de julho, a Seinfra concluiu mais uma etapa das obras, com finalização da nova ponte que dá acesso ao quebra-mar do Porto do Pecém, em São Gonçalo do Amarante. O equipamento, de 1.520 metros de extensão, vai permitir o tráfego de caminhões carregados com as placas de aço da siderúrgica”, esclarece a secretaria.

Com informações do Diário do Nordeste

Você também pode gostar
Inovação
Espaços compartilhados: entenda o que são e como usar

Neste artigo, entrevistaremos Anna Borba – gestora de desenvolvimento humano e social na Planet Smart City – que nos ajudará a entender melhor o conceito dos espaços compartilhados.

Investimentos
Investir em imóveis ou fundos imobiliários: qual é o ideal para você?

Destacaremos como funciona o investimento em imóveis e em fundos imobiliários, apresentaremos as principais diferenças entre eles e vamos ressaltar para qual perfil cada escolha é indicada. Continue com a gente.

Smart City Natal
Confira as vantagens de comprar terreno em Natal!

Existem inúmeros benefícios de comprar um terreno em Natal. Um deles é realizar um investimento em uma região com enorme potencial de crescimento.

Descubra o viver além de morar.
Mande uma mensagem
Descubra o viver além de morar