Senza categoria

Conheça a futura cidade flutuante que vai gerar sua própria eletricidade

O designer italiano Pierpaolo Lazzarini revelou planos para Wayaland, uma futura comunidade flutuante autossustentável, nos Estados Unidos, que contará com edifícios piramidais movidos a energia solar e eólica. Lazzarini espera transformar o esquema futurista em realidade com uma campanha de crowdfunding. Lazzarini inspirou-se na arquitetura das pirâmides maias e dos templos xintoístas japonesas para criar […]

O designer italiano Pierpaolo Lazzarini revelou planos para Wayaland, uma futura comunidade flutuante autossustentável, nos Estados Unidos, que contará com edifícios piramidais movidos a energia solar e eólica. Lazzarini espera transformar o esquema futurista em realidade com uma campanha de crowdfunding.

Lazzarini inspirou-se na arquitetura das pirâmides maias e dos templos xintoístas japonesas para criar os edifícios montados sobre uma plataforma flutuante. Cada plataforma tem uma dimensão máxima de 54 por 54 metros (2900 metros quadrados de área), e pode acomodar uma casa, um hotel, bar, cinema e até um jardim público. A maneira como os blocos são montados sobre a plataforma permite criar um edifício com uma altura máxima de 30 metros ou 10 andares, com uma área total de 6500 metros quadrados.

Inspirados pela antiga arquitetura maia, os prédios piramidais compreendem módulos pré-fabricados empilhados que podem ser adaptados para uma variedade de finalidades, da moradia ao entretenimento.

Alimentado por energia solar e eólica, cada estrutura seria construída a partir de uma combinação de fibra de vidro, carbono e aço. O porão flutuante submerso abrigaria o motor que impulsiona os edifícios, o armazenamento de energia e outros equipamentos de serviço, como dessalinizadores.

Viver numa cidade flutuante poderá ser uma realidade a partir de 2022. A Wayaland ainda não saiu do papel, mas promete dar que falar. Trata-se de um projeto que tem por base a construção de casas de luxo em forma de pirâmide, alimentadas por energia solar.

Esta cidade flutuante tem a assinatura do estúdio italiano de arquitetura Lazzarini Design Studio e foi idealizada por Pierpaolo Lazzarini, CEO da empresa, que se inspirou na arquitetura das pirâmides maias e dos templos xintoístas japoneses para criar os edifícios montados sobre uma plataforma flutuante.

A Wayaland terá 20 pirâmides flutuantes: dez casas, três hotéis – com 20 suítes – dois restaurantes e cinco edifícios mais pequenos para outros usos a definir.

Você também pode gostar
Investimentos
Quanto custa construir casa? Descubra neste post!

Você sabe quanto custa construir casa? Essa é uma pergunta bastante relevante, pois muitas famílias brasileiras sonham em realizar o objetivo de ter um imóvel próprio. Para isso, é preciso um bom planejamento orçamentário. Tem interesse em saber mais sobre o tema? Neste conteúdo, explicaremos sobre os custos de uma obra, quais são as principais […]

loteamento-de-terrenos
Uncategorized
Saiba como está o mercado de loteamento de terrenos no Brasil

Leia esse artigo para um melhor entendimento sobre o cenário atual e futuro, desafios e perspectivas do mercado nacional de loteamento.

Inovação
Espaços compartilhados: entenda o que são e como usar

Neste artigo, entrevistaremos Anna Borba – gestora de desenvolvimento humano e social na Planet Smart City – que nos ajudará a entender melhor o conceito dos espaços compartilhados.

Descubra o viver além de morar.
Mande uma mensagem
Descubra o viver além de morar