Senza categoria

Cimento verde: saiba o que é, onde e como utilizar

O cimento verde está se tornando realidade através da parceria entre o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), o Proguaru (Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S/A) e a InterCement (empresa especializada na produção de cimento, concreto e agregados). A solução é feita com resíduos de construção e demolição (RCD). Para isso, são utilizadas técnicas de processamento […]
cimento-verde
cimento-verde

cimento-verde-ipt

O cimento verde está se tornando realidade através da parceria entre o IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas), o Proguaru (Progresso e Desenvolvimento de Guarulhos S/A) e a InterCement (empresa especializada na produção de cimento, concreto e agregados).

A solução é feita com resíduos de construção e demolição (RCD). Para isso, são utilizadas técnicas de processamento controladas, como caracterização química, técnicas específicas de moagem e métodos expeditos de desidratação. “Nesse processo, a emissão de C02 é muito menor em comparação ao método de fabricação usual. Além disso, consome pouca matéria-prima”, explica Valdir Moraes Pereira, engenheiro civil e consultor do Laboratório de Materiais de Construção do IPT.

Ainda de acordo com o engenheiro, espera-se que futuramente o material seja produzido por processos de remineração de aterros de RCD existentes.

Utilização do cimento verde
Apesar de apresentar valores razoáveis de resistência mecânica e tempo de trabalhabilidade similar ao do cimento Portland, o cimento verde é indicado para materiais à base de cimento que precisam de menores resistências mecânicas.

“Dessa forma, pode ser utilizado em brita graduada tratada com cimento (BGTC), em obras de pavimentação, em concretos secos para produção de blocos de alvenarias de fechamento e na produção de pavers para pavimentação intertravada, assim como em artefatos de concreto”, afirma o profissional do IPT.

Fase de testes
O cimento verde não está pronto para a comercialização em grande escala. Sua composição, por exemplo, ainda deverá ter alterações. Além disso, precisa comprovar sua viabilidade econômica. A solução pode até sair mais cara frente à limitação das fontes de matérias-primas para a produção do cimento Portland.

Ainda em fase de testes, ele foi utilizado na pavimentação da rua Miguel Biondi, em Guarulhos, em setembro deste ano.

“Foram realizados ensaios de deflexão com a viga Benkelman para avaliar o desempenho do cimento verde na estrutura do pavimento. Outros testes do tipo serão feitos aos três meses e seis meses de idade. O ideal seria um tempo maior para comprovar os resultados, mas isso não será possível devido ao prazo do projeto”, conta o profissional.

Fonte: AECweb.

Você também pode gostar
Investimentos
Quanto custa construir casa? Descubra neste post!

Você sabe quanto custa construir casa? Essa é uma pergunta bastante relevante, pois muitas famílias brasileiras sonham em realizar o objetivo de ter um imóvel próprio. Para isso, é preciso um bom planejamento orçamentário. Tem interesse em saber mais sobre o tema? Neste conteúdo, explicaremos sobre os custos de uma obra, quais são as principais […]

loteamento-de-terrenos
Uncategorized
Saiba como está o mercado de loteamento de terrenos no Brasil

Leia esse artigo para um melhor entendimento sobre o cenário atual e futuro, desafios e perspectivas do mercado nacional de loteamento.

Inovação
Espaços compartilhados: entenda o que são e como usar

Neste artigo, entrevistaremos Anna Borba – gestora de desenvolvimento humano e social na Planet Smart City – que nos ajudará a entender melhor o conceito dos espaços compartilhados.

Descubra o viver além de morar.
Mande uma mensagem
Descubra o viver além de morar