Senza categoria

China possui o maior número de projetos de cidades inteligentes

A China tem cerca de 500 projetos piloto de cidades inteligentes, o número é o mais alto do mundo, de acordo com Deloitte, empresa líder de auditoria e consultoria. Mais de mil projetos piloto de cidades inteligentes estão prontos ou em construção em todo o mundo, de acordo com relatório publicado pela empresa. Tudo teve […]

A China tem cerca de 500 projetos piloto de cidades inteligentes, o número é o mais alto do mundo, de acordo com Deloitte, empresa líder de auditoria e consultoria. Mais de mil projetos piloto de cidades inteligentes estão prontos ou em construção em todo o mundo, de acordo com relatório publicado pela empresa.

Tudo teve início quando a China começou a pilotar o desenvolvimento nacional de cidades inteligentes em 2012 para incentivar o uso da tecnologia mais recente, como a inteligência artificial e a Internet das Coisas, para ajudar o fluxo de tráfego, melhorar a aplicação da lei e tornar os edifícios públicos mais eficientes em termos energéticos. A China pretende criar 100 novas cidades inteligentes até 2020 para liderar o planejamento e desenvolvimento urbano do país, segundo o relatório.

A China busca construir cidades inteligentes e a indústria terá mais apoio político e de investimento, conforme foi divulgado pela agência de notícias estatal Xinhua, Ma Jionglin, um parceiro sênior da Deloitte.

Shenzhen é um dos principais exemplos de cidades planejadas e inteligentes que brotam mundo afora. São áreas escolhidas a dedo e que servem como modelo de desenvolvimento nas mais diversas frentes, notadamente em inovação e sustentabilidade. A receita é sempre parecida. Escolha uma região com dificuldades econômicas, faça pesados investimentos em infraestrutura urbana e de telecomunicações, dê incentivos financeiros e tributários para atrair empresas, crie centros de pesquisa e inovação. Se tudo der certo, as cidades conseguirão caminhar com as próprias pernas em alguns anos ou décadas. Se tudo der muito certo, estenderão sua influência por dezenas de quilômetros, criando um polo de desenvolvimento.

No melhor dos cenários, o sucesso dessas cidades servirá como laboratório para oxigenar o ambiente de negócios e as políticas de desenvolvimento do país, e ainda se transformar numa peça de propaganda global. “Em Shenzhen, o governo é muito inovador e agressivo na adotação de novas tecnologias. A chave é tomar as decisões e apoiar os investimentos da iniciativa privada”, diz Tom Zhao, diretor da divisão de energia solar da BYD, maior fabricante de carros elétricos do planeta, instalada em Shenzhen.

Você também pode gostar
Investimentos
Quanto custa construir casa? Descubra neste post!

Você sabe quanto custa construir casa? Essa é uma pergunta bastante relevante, pois muitas famílias brasileiras sonham em realizar o objetivo de ter um imóvel próprio. Para isso, é preciso um bom planejamento orçamentário. Tem interesse em saber mais sobre o tema? Neste conteúdo, explicaremos sobre os custos de uma obra, quais são as principais […]

loteamento-de-terrenos
Uncategorized
Saiba como está o mercado de loteamento de terrenos no Brasil

Leia esse artigo para um melhor entendimento sobre o cenário atual e futuro, desafios e perspectivas do mercado nacional de loteamento.

Inovação
Espaços compartilhados: entenda o que são e como usar

Neste artigo, entrevistaremos Anna Borba – gestora de desenvolvimento humano e social na Planet Smart City – que nos ajudará a entender melhor o conceito dos espaços compartilhados.

Descubra o viver além de morar.
Mande uma mensagem
Descubra o viver além de morar